Top 5 - Best Moms


Hey amores e amoras! O top 5 de hoje está super amoroso, todo voltado para aquelas que nos deram e são tão importantes em nossas vidas. Com o dia das mães tão próximo, resolvi contar quem são as cinco best moms da minha lista de leituras.
Como eu não lembro o nome de todas as mães, para não dizer quase nenhuma rs, vou colocar apenas os nomes dos filhos. Até porque é através deles que sabemos que a mãe é uma super mãe né? rs.

Resultado de imagem para gif best mom

   1.  Hazel Moms – A Culpa é das Estrelas

A Culpa é das Estrelas

Tive que começar com aquela que eu considero a mãe número um da lista. Lidando com a doença sem cura da filha, a mãe da Hazel é sem dúvida um exemplo de mãe. Cuida da casa, da filha e ainda estuda. O mais bonito nela, é que ela nunca se deixa abater. Mesmo que tenha seus motivos para tal. Pelo menos na frente da filha, ela é uma muralha. Sempre se colocando em segundo plano, e ainda sorrindo e de bom humor. Sendo sempre a força e o que a filha precisar que ela seja, não mede esforços para vê-la feliz. É grupo de apoio, meios aniversários e viagens. Uma super mãe, definitivamente.

   2. Tris Moms – Trilogia Divergente

Divergente

Já a mãe da Tris é uma daquelas mulheres em quem você se inspira. Com os filhos pura bondade, amor e carinho. Mas seu passado esconde atos inestimáveis de coragem, força e determinação. Acho que o que mais gosto nela é o fato dela ter feito tudo o que faz por coragem, na esperança de salvar de alguma forma a humanidade, e acabar colocando o amor acima de tudo. Ela muda os seus planos por amor, literalmente. E quando se vê em papel de mãe, não mede esforços para manter seus filhos em segurança. Mesmo aqueles que não merecem... Literalmente, uma daquelas mães super heroínas que dão a vida por seus filhos.

   3.  Mia Moms – Se Eu Ficar
Se Eu Ficar

A mãe da Mia é a minha favorita! Com um jeito único, super especial e peculiar de ser, sua veia roqueira é completamente afetada quando estamos falando de seus bebês. Embora ela tenha todo aquele jeitão descolado de estrela do rock, o amor que tem por sua filha de veia clássica, é impressionante. Acho que o mais gosto nela é a força e personalidade dela. Mia gosta de música clássica. Ela é roqueira. E mesmo com toda essa diferença de estilos musicais e de vida, continuam tendo a mesma relação mãe e filha, as quais já estamos habituados. Mia é um pouco dura e chata! Com essa diferença de estilos entre as duas. Mas sua mãe sempre está lá, seja para um conselho sobre a vida ou sobre as roupas. E até para conselhos sobre a música! Ela é sem igual!! Seu jeito simples de ver a vida e de aconselhar a Mia é o que mais me impressiona. Ela é a prova de que amor de mãe está sempre, acima de tudo.

Resultado de imagem para gif abraço de mãe

   4.  Arin Moms – Trilogia Vencedor

A Maldição do Vencedor

A mãe do Arin é aquele tipo de mãe é puro amor. Histórias, histórias e mais histórias... Ela sempre tem uma história para contar, com um final que mostra exatamente o que o filho precisava saber. Cheia de amor, cuidados e carinho, para com o seu caçula e frágil filho, ela sempre faz questão de reafirmar a importância, força e coragem do pequeno. Em um mundo onde o ano de nascimento importa muito, a mãe de Arin vem mostrar que o que importa mesmo é o amor. Sempre remediando a relação de irmão e irmã e colocando o amor acima de tudo, até em seus últimos momentos, ela esteve lutando por seus filhos. São sempre dela, as melhores memórias dele. Acho que é o que mais gosto nela. A mera menção de seu nome, ou a lembrança de seu rosto, traz a sensação de conforto e um sorriso, ao Arin.

.    5. Elizabeth Moms – Invisível

Invisível

E por último, mas não menos importante, temos a mãe da Elizabeth. Sabe aquela mãe guerreira que vira o mundo de cabeça para baixo como se não fosse nada de mais, por seus filhos? Essa é a mãe dela. Quando seu filho começa a sofrer bulling por ser gay, ela separa-se do marido e muda-se com os filhos para recomeçar a vida. E é tudo ela. Ela trabalha muito para manter a todos bem, e ainda tem de lidar com os problemas dos filhos. Mas isso não a impede de sorrir, aconselhar e estar presente na vida deles. Eis o que mais gosto nela, ela faz tudo por amor. E por isso, mesmo sendo difícil, ela é feliz. Não tem como não amar!

- - -🔖- - -

Fico por aqui, desejando a todas as mamães um lindo e abençoado dia das mães. Obrigada por serem tudo, no nosso universo. Espero que tenham gostado e me contem: qual a mãe literária número um? Quem, além da sua, são suas best moms?


Hey, não vá embora sem me contar o que achou! Sua opinião é super importante para mim. Ah, e não se esquece de se tornar um livreiro, seguindo o blog aqui do lado na sidebar e nas redes sociais! 😉





Mil beijokas e até a próxima!! 💋👋

6 comentários:

  1. Oi, Anya!
    Dessas moms, só conhecia a da Hazel e a da Tris. Confesso que elas nem fedem nem cheiram pra mim hahahahah
    Beijos
    Balaio de Babados
    Sorteio Dois Anos de Família Hallinson

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, Lu!
      Sério? Acho a mãe da Hazel tão heroína! Lidar com a situação da filha de forma tao positiva e adorável, não deve ser fácil!
      E a da Tris tem uma história tão bonita de altruísmo e coragem nos livros que eu virei fã! haha.
      Mil beijokas e volte sempre!

      Excluir
  2. Eu também acho a mãe da Tris uma super mãe.
    Toda vez que penso em mãe literaria eu me lembro da Jess do livro "Um mais um" da Jojo Moyes,para mim ela é a mãe numero um.
    Sabe aquele tipo de mãe que dedica todos seus esforços para dar o melhor para seus filhos? Ela é uma dessas.
    Amei o post Anya

    Beijos

    Meu mundinho quase perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, Babi!
      Não é? Ela é tão corajosa e guerreira. Uma super moms power! haha. Menina, você acredita que contrariando a regra mundial, já que parece todos no mundo amaram esse livro, eu não consegui gostar nem um tiquinho dessa história? Ela é realmente trabalhadora e guerreira, mas não sei, a escrita da Jojo nesse me lembrou comédias americanas clichês. Não me convenceu...
      Fico feliz que tenha gostado!! *o*
      Mil beijokas e volte sempre!!

      Excluir
  3. Oi, Anya! Eu amei o post e já estou pedindo permissão para fazer um parecido no blog porque eu lembrei de algumas mães que simplesmente faria tudo por seus filhos, então posso?
    Eu amei a mãe da Mia, mesmo só tendo visto ela no filme. O jeito dela é super despojado e por isso gostei muito, seria o tipo de mãe que eu seria.
    Beijo!
    Leitora Encantada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hey, Mi sua linda!
      É claro que pode, precisa nem pedir! Vou ficar super feliz de ir lá ver o seu post!! *--*
      Ela é maravilhosa né? A que eu mais gosto sem nenhuma dúvida! Que bacana ler isso, porque eu com certeza seria como ela também. Na verdade, em alguns quesitos, até me espelho nela, mesmo sem ser mãe! haha.
      Mil beijokas e volte sempre!!

      Excluir

Quer me fazer feliz, ou curtiu a matéria? Comente! Sua opinião é o mais importante! Ah, deixe seu link que terei prazer em retribuir o carinho ;)

© Nome do seu Blog - 2016 | Todos os direitos reservados.
Desenvolvimento por: Jaque Design | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo